CBF investe mais de R$ 100 milhões na Série D do Brasileiro

CBF investe mais de R$ 100 milhões na Série D do Brasileiro

A CBF vai destinar R$ 105 milhões à Série D do Campeonato Brasileiro. Além de bancar toda a organização das duas divisões, a entidade comandada por Ednaldo Rodrigues aumentou em quase 50% a premiação paga aos 64 participantes do campeonato.

O investimento no fomento nas Séries C e D é uma das prioridades do presidente da CBF, que completará neste mês um ano no comando da confederação.

“A intenção é tornar os dois campeonatos mais atrativos comercialmente. Esse dinheiro vai servir para os clubes montarem elencos mais fortes e investirem também nos seus estádios, gramado, iluminação, vestiários. Acredito que quanto melhor o espetáculo, mais interessante as duas séries ficarão para os patrocinadores e torcedores”, justificou o presidente.

“Fazemos uma administração austera para a CBF ter uma boa saúde financeira, mas queremos também distribuir renda para os nossos clubes. A CBF tem esse papel de fomentador do futebol brasileiro e não vai abrir mão disso. A médio prazo, o objetivo é diminuir esses investimentos à medida que as duas competições consigam se viabilizar comercialmente”, acrescentou.

Até a chegada de Rodrigues à CBF, os clubes da Série D não recebiam cotas e nem premiação pela participação.

Nesta edição, a entidade vai distribuir R$ 25 milhões aos participantes da Série D. O valor é 50% maior que o repassado aos clubes na última edição.

Além das cotas, a CBF vai fazer um aporte financeiro de cerca de R$ 80 milhões na organização da competição.

Essa verba vai pagar todas as despesas dos clubes com transporte, hospedagem, alimentação, custos de arbitragem e antidopagem, entre outros gastos para a realização das partidas.

COTAS E PREMIAÇÕES NA SÉRIE D

1ª Fase: 64 clubes recebem R$ 300 mil

2ª Fase: 32 clubes ganham R$ 100 mil

3ª Fase: 16 clubes recebem mais R$ 100 mil

4ª Fase: 8 clubes ganham mais R$ 100 mil

5ª Fase: 4 clubes recebem mais R$ 100 mil

Total: R$ 25,4 milhões

Veja Também