ESPECIAL NEYMAR: PSG, polêmicas, seleção e Copa do Mundo. Virou adulto?

São Paulo, SP, 08 (AFI) – Principal referência do futebol brasileiro para a maior parte das pessoas no país, Neymar prometeu grandes mudanças no seu comportamento em 2022, ano da Copa do Mundo do Catar. Como foram as participações de Neymar durante a temporada? Foi sua melhor fase com a camisa doParis Saint-Germain? Teve treta com Mbappé? E a Copa do Mundo? Virou adulto? Relembre, com detalhes, como foi o ano do astro brasileiro.

TEMPORADA 21/22 E RETORNO DE LESÃO
Após lesão no tornozelo no final de 2021, Neymar fez sua primeira partida recuperado no dia 15 de fevereiro de 2022, quando enfrentou o Real Madrid pelo jogo de ida das Oitavas de Final da Liga dos Campeões da Europa 21/22. O jogo foi finalizado com vitória dos franceses por 1 a 0, com direito a assistência do ‘Ney’ para o gol de Mbappé.

Mesmo com esta vitória, o clube parisiense foi derrotado por 3 a 1 no jogo de volta, com mais uma assistência do brasileiro, e foi prontamente eliminado da competição na qual o PSG nunca foi campeão.

Vale lembrar que, junto a Liga dos Campeões, Neymar disputou junto ao Paris Saint-Germain o Campeonato Francês, e, depois de sua recuperação por lesão, participou de 12 partidas na competição nacional, marcou 10 gols e distribuiu 3 assistências para seus companheiros, colaborando diretamente na conquista do torneio.

TEMPORADA 22/23

Ao final da temporada 21/22, o atacante sinalizou uma virada de chave em sua carreira, prometeu mudanças em seu comportamento dentro e fora de campo e inspirou confiança aos torcedores, tanto no clube parisiense, quanto na seleção brasileira durante os amistosos e a Copa do Mundo.

Ao menos dentro de campo, sua mudança de postura foi clara e positiva. No Campeonato Francês, até o momento são 14 jogos, 11 gols e mais 9 assistências, tornando-o vice-artilheiro da competição, atrás apenas de seu companheiro de time, Kylian Mbappé, e também o segundo jogador que mais deu assistências, atrás do argentino Lionel Messi que também joga no PSG.

Na Liga dos Campeões, seus números são mais modestos devido ao grau de dificuldade da competição, mas mesmo assim são altos. Foram 5 participações em gols em 5 partidas, sendo 2 tentos anotados e três passes para seus companheiros marcarem.

Além destas, o PSG disputou também a Supercopa da França e saiu vitorioso por 4 a 0 sobre o Nantes em jogo único. Na ocasião, Neymar colaborou com dois gols.

BRIGA COM MBAPPÉ

Contratado em 2017 junto ao Barcelona, Neymar chegou ao Paris Saint-Germain com a ideia de ‘sair da sombra’ de Lionel Messi para finalmente se tornar um atleta protagonista, camisa 10, e conquistar o prêmio de Melhor Jogador do Mundo, algo que ainda não aconteceu. O problema neste percurso foi a contratação do atacante francês Kylian Mbappé logo na sequência, que, por ser um jogador mais jovem e demonstrar mais vontade dentro de campo, acabou conquistando com maior facilidade o carinho dos torcedores parisienses, e ofuscou o talento de ‘Ney’.

Ainda assim, o clima parecia amigável entre os dois até ser firmado um novo acordo contratual entre PSG e Mbappé, após uma possível saída do francês para o Real Madrid. Neste novo contrato, que inclusive foi questionado pelo clube merengue, Mbappé teria direito a um salário astronômico dentro do clube, além de um certo ‘comando de grupo’, além de diversos outros benefícios.

Já com o acordo selado, durante a pré-temporada o atacante francês se mostrou descontente com Neymar, o chamou de ‘’indisciplinado’’ e inclusive pediu a diretoria que o brasileiro deixasse o clube, algo que não aconteceu.

O astro brasileiro, talvez pela primeira vez, não quis responder as críticas de Mbappé com palavras, mas sim, dentro de campo, demonstrando mais maturidade e respeito aos fãs de seu futebol.

SELEÇÃO BRASILEIRA (AMISTOSOS E COPA DO MUNDO)
Em ano de Copa do Mundo, a qual Neymar disse que será sua última em alto-nível, a seleção brasileira realizou seis amistosos preparativos para a principal competição futebolística do planeta, e, destes, Neymar participou de quatro.

Nas vezes em que esteve em campo, não passou em branco nenhuma vez, sempre marcando gols, ou distribuindo assistências. Marcou o único gol do Brasil na vitória por 1 a 0 sobre o Japão, dois na goleada por 5 a 1 sobre a Coréia do Sul, e um na vitória pelo mesmo placar sobre a Tunísia, além de distribuir duas assistências no triunfo por 3 a 0 diante da seleção ganesa.

Durante o período da Copa do Mundo, em partida contra a Sérvia, logo na estreia da seleção brasileira, Neymar saiu machucado após um ‘pisão’ que fraturou seu tornozelo direito, e o deixou de fora das outras duas partidas da fase de grupos do torneio.

Azarado na competição onde saiu lesionado em 2014 e pouco fez em 2018, desta vez o jogador passou espírito de confiança para o povo brasileiro ao praticamente passar 24h por dia na fisioterapia para que se recuperasse e ficasse à disposição do técnico Tite o mais rápido possível.

Em seu retorno, nas oitavas de final contra a Coréia do Sul, foi um verdadeiro líder dentro de campo e marcou, de pênalti (sua especialidade), um dos gols na vitória do Brasil por 5 a 1. Após o tento anotado, ao invés de uma tradicional ‘dancinha’, foi comemorar abraçando o lateral-esquerdo Alex Telles, que estava na arquibancada após lesão na partida contra Camarões pela Fase de Grupos.

Infelizmente, a alegria em ver o craque em campo durou pouco, pois logo em seguida, nas quartas de final da competição, o Brasil foi eliminado para a Croácia nos pênaltis após empate por 1 a 1 na prorrogação, com gol inclusive marcado pelo próprio Neymar.

POLÊMICAS (BOLSONARO, TRAIÇÃO E SONEGAÇÃO DE IMPOSTO)
ELEIÇÕES

A maior polêmica de Neymar no ano foi claramente seu apoio ao candidato à reeleição para a presidência da república, Jair Bolsonaro, que perdeu seu prestígio por grande parcela da população brasileira de 2018 para cá, e tinha como principal concorrente, Luiz Inácio ‘Lula’ da Silva, que foi eleito.

O grande problema nisso foi um suposto acordo entre atletas da seleção brasileira para que não demonstrassem apoio a eleição de nenhum dos candidatos, assim, seria uma intervenção a menos que poderia tirar o título do Brasil na Copa do Mundo.

E o apoio de Neymar a Jair Messias Bolsonaro veio, de fato, quando o craque brasileiro publicou um vídeo onde cantava os dizeres: ‘’Vota, Vota e confirma. 22 é Bolsonaro’’, referência ao número que, ao ser confirmado nas urnas eletrônicas, corresponde a um voto para o candidato.

SONEGAÇÃO DE IMPOSTO

Até onde se sabe, quando Neymar ainda jogava pelo Santos, seus pais teriam aberto duas empresas para gerenciar sua carreira, e, em sua venda para o Barcelona, o clube catalão teria pagado 40 milhões de euros para uma dessas empresas pelo direito de ter o jogador. Contudo, este valor teria sido destinado ao atleta como pessoa física, e neste caso, é prevista em lei uma tributação em 27,5%.

Desta maneira, um juiz da cidade de Santos, julgou que Neymar teria de pagar cerca de R$ 188 milhões por contribuintes que teriam cometido fraude, conluio e sonegação de imposto.

Porém, com o andamento do processo, o jogador foi inocentado pelo crime de sonegação fiscal e já não responde mais por este crime.

TRAIÇÃO

Apesar de nunca ter confirmado um relacionamento sério com Bruna Biancardi, todos os indícios apontavam um namoro entre Neymar e a empresária durante o primeiro semestre de 2022.

O que segue muito mal explicado nesta história é o término de maneira repentina que pegou muitos de surpresa, e levantou suspeitas de traição por parte do jogador.

Teoricamente, em uma festa junina promovida pelo próprio craque, onde estavam juntos, Neymar a teria traído, e daí veio o fim do relacionamento, visto que, dias após este evento, nenhum dos dois postou mais fotos juntos e Bruna ficou um certo tempo ausente das redes sociais.

AFINAL, NEYMAR VIROU ADULTO?
Visto por muitos como um jogador de muito potencial, mas que nunca demonstrou todo seu talento graças a polêmicas extracampo, o Neymar jogador de futebol cresceu muito nos últimos meses, e os números provam isso.

Além disso, virou um líder dentro de campo dentro da seleção brasileira para meninos que o veem como referência, e não se deixou abalar por uma lesão que podia o ter tirado da Copa do Mundo.

Infelizmente, o astro brasileiro percebeu tardiamente o jogador e a pessoa que deveria ser como espelho para gerações futuras, e as polêmicas que se envolve não dependem mais apenas de si mesmo, mas também de eventos passados que ainda não tiveram ponto final.

Neymar se tornou sim um adulto dentro das quatro linhas e é um dos principais jogadores de futebol em atividade há mais de dez anos, podendo inclusive superar Pelé como maior goleador da história da seleção brasileira somando apenas partidas oficiais.

Fonte: Agência Futebol Interior

Veja Também