LaLiga apresenta duas denúncias de racismo praticado contra Vini Jr

LaLiga apresenta duas denúncias de racismo praticado contra Vini Jr

LaLiga, a liga que organiza o Campeonato Espanhol, apresentou nesta terça-feira duas denúncias por cânticos racistas dos quais foi alvo o atacante Vini Jr, durante o jogo do Real Madrid na última sexta-feira contra o Valladolid, pelo Campeonato Espanhol.

As denúncias foram feitas após LaLiga investigar o caso, através de imagens e sons publicados em fontes abertas. Esse material audiovisual acompanha as acusações.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram vários xingamentos da torcida do Valladolid contra o brasileiro. Vini Jr se manifestou no sábado sobre o assunto e reclamou que LaLiga “não fazia nada”.

O presidente da liga espanhola, Javier Tebas, declarou que o jogador brasileiro precisava “se informar melhor”.

Vini Jrfoi substituído aos 42 minutos do segundo tempo e caminhou pela lateral do campo, sem correr diretamente ao banco de reservas. No trajeto, torcedores atiraram vários objetos contra ele e gritaram “negro de merda” e “macaco”, além de sons que imitam macaco.

A primeira denúncia foi feita no Tribunal de Instrução de Valladolid, pelo crime de ódio. LaLiga solicitou que essa denuncia seja transferida para a Procuradoria de Crimes de Ódio.

A segunda, por insultos racistas, se deu no Comitê de Competições da federação espanhola de futebol (RFEF) e na Comissão Estatal contra a Violência, Racismo, Xenofobia e Intolerância no Esporte.

— LaLiga incrementará os esforços que realiza de forma contínua para erradicar qualquer tipo de violência, racismo ou xenofobia, dentro e fora dos estádios. Para isso aumentará o número de oficiais de integridade presentes nos encontros com risco de produção de insultos racistas — declarou LaLiga, em nota.

Outra medida anunciada nesta terça-feira é a emissão de menagens condenando o racismo em estádios em que “se considera que exista o risco de possíveis comportamentos racistas nas arquibancadas”.

Fonte: globoesporte

Veja Também