Mixto é punido pelo TJD-MT e deverá jogar de portões fechados contra o Operário

Mixto é punido pelo TJD-MT e deverá jogar de portões fechados contra o Operário

O Mixto foi punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso (TJD-MT) e está obrigado a jogar duas partidas com os portões fechados. Os auditores votaram ainda, por unanimidade, com o pagamento de uma multa de R$ 10 mil. O clássico contra o Operário, no próximo sábado (2), pelas quartas de final do Mato-grossense, será sem a presença do torcedor. Cabe recurso por parte do Alvinegro.

Esta punição é referente a uma bomba arremessada no campo por um torcedor, no jogo contra o Cuiabá, pela quinta rodada do estadual, que ocorreu no estádio Dutrinha. O artefato estourou próximo dos jogadores cuiabanistas e essas imagens foram utilizadas pelo procurador do TJD para incriminar o Tigre. O caso foi relatado na súmula da partida pelo árbitro.

O Mixto identificou o torcedor logo após a partida e se resguardou fazendo o Boletim de Ocorrência na delegacia. Porém, os auditores entenderam de que o torcedor deveria ter sido preso.

Depois do acórdão publicado pelo tribunal o Mixto vai recorrer da decisão ao pleno do TJD e pedir um efeito suspensivo para poder receber público no confronto diante do Operário.

“O Mixto entende que houve um excesso na aplicação da pena, uma vez que o clube identificou o torcedor que executou a conduta e deveria ser eximido de culpa. O clube ressalta mais uma vez que repudia veementemente qualquer tipo de violência e não está a favor desse vândalo e bandido que jogou essa bomba no campo”, afirmou o presidente e advogado do Mixto, Vinícius Falcão.

Veja Também