Ronald se surpreende com decisão de Dresch de não demitir o técnico

Ronald se surpreende com decisão de Dresch de não demitir o técnico

Acostumados no futebol com a demissão da comissão técnica quando há acúmulo de derrotas, os jogadores se surpreenderam com o desligamento de dois atletas do Cuiabá e não do técnico. O volante Ronald achou acertada a decisão do presidente Cristiano Dresch de manter António Oliveira no cargo.Ronald pertence ao Fortaleza e está emprestado ao Dourado até o fim deste ano. No clube cearense ocorreu uma situação parecida ano passado e a decisão da diretoria foi a mesma.“Se talvez fosse em outro clube, o presidente ou diretor teria até mandado o treinador embora. Mas eu vejo com bons olhos isso de permanecer o treinador, porque é uma decisão muito sábia. Ano passado eu passei por algo parecido no Fortaleza, em que o time não ganhava, mas jogava bem. E o presidente não mandou o treinador embora, e o time deu a volta por cima. Acho que isso é muito legal da parte do Cristiano. Eu creio que ele vai colher frutos com essa decisão que tomou”, elogiou Ronald.O Cuiabá ficou seis jogos sem vencer, mas Dresch deu moral ao António e demitiu dois atletas – Ceppelini e Quagliata. Ambos, segundo Cristiano, não estavam comprometidos com o time.No primeiro jogo após a demissão do camisa 10 do time, vitória do Cuiabá por 3 a 0 sobre o Fluminense, na Arena Pantanal. O time agora tem tempo para trabalhar. Volta a campo apenas no dia 14 de outubro para enfrentar o Cruzeiro.

Veja Também